Notícias


A importância da rotina...

09/06/2016


Construção da rotina no Maternal III

Professora: Cristina

De acordo com Madalena Freire, “...a ROTINA é o pulsar do coração vivo do grupo, a cadência sequenciada de atividades diferenciadas que se desenvolvem num ritmo próprio em cada grupo”.
A sequência aqui não é entendida como algo rotineiro e monótono, ela é marcada pelas demandas afetivas e cognitivas de cada criança e vai sofrendo modificações durante todo o processo.
Entendemos que a rotina estrutura o tempo, o espaço e as atividades a serem realizadas. É nesse sentido que ela é importante para que as crianças consolidem seus vínculos, sintam-se seguras, estruturem seus compromissos e assumam responsabilidades para que a construção do conhecimento possa acontecer.
Confiram alguns momentos da nossa rotina...
 
Chegada
 
A sala é organizada pela professora com brinquedos diferentes expostos nas mesas ou no chão. É um momento em que observamos as brincadeiras, as preferências, o jeito de cada criança se aproximar e suas necessidades. O grupo é convidado a guardar os materiais e organizar a sala. Com isso, as crianças começam a aprender a sentirem-se responsáveis pelo ambiente escolar.
 

 

Roda de organização e escolha dos grupos diversificados - Atividades diversificadas
 
As crianças escolhem, diariamente, entre 4 a 5 propostas diferentes que contemplam variados conteúdos: faz de conta, linguagem matemática, práticas de linguagem, coordenação motora etc. As atividades se repetem durante toda a semana e a criança trabalha com uma ou mais a cada dia, sendo estimulada a concluir cada atividade, podendo ou não participar de outro grupo, ao final.
 
 
 
 
 
Exploração dos pátios
 
Acreditamos que a área externa é uma “sala de aula sem teto e sem paredes”, onde o professor pode explorar com as crianças conteúdos e linguagens variadas.
Trabalhamos com vários tipos de brincadeiras como cantigas de roda, perseguição, achar e esconder, comandos verbais, corrida e faz de conta. Além de desenvolver as capacidades cognitivas, motoras e afetivas das crianças, esse trabalho também possibilita que elas conheçam as tradições culturais, resgatando brincadeiras que os pais e avós brincavam e se apropriem de uma linguagem simbólica e cultural por meio do brincar. No maternal III, as crianças utilizam três pátios diferentes por dia, sendo um momento de exploração livre e outro com atividades intencionais e dirigidas pelo adulto.
 
 
 
 
 
 
 
Hora da higiene – aprendendo a utilizar os banheiros coletivos (meninos e meninas)
 
O nosso objetivo é desenvolver a independência das crianças, criando momentos para que elas realizem, sem ajuda, pequenas ações de que são capazes.
Elas recebem orientação dos adultos sempre que necessário, e são estimuladas a pegar a toalha de papel sem ajuda, a ensaboar as mãos e utilizar a água sem desperdício.
 
 
Momento do lanche
 
Algumas aprendizagens das crianças nesse momento: organizar seus pertences na estante, retirar o lanche da merendeira, abrir garrafas e vasilhas, alimentarem-se sozinhas e guardar seus materiais.
 
 
 
 
 
Contação de história
 
O gosto pela literatura, o hábito de ouvir histórias e folhear livros são atitudes que estimulamos desde cedo. As crianças ouvem histórias todos os dias e em diferentes momentos. Montam coletivamente a biblioteca da sala e frequentam a biblioteca da escola uma vez por semana. Os alunos são convidados a folhear livros de contos modernos, poesias, trava-línguas, contos clássicos, jornais, gibis e exploramos esses textos narrativos com variados recursos e materiais como livros, fantoches, história de sombra, dedoches, slides. Vale história lida, contada, dramatizada. O que importa é que as crianças explorem uma grande variedade de estilos literários e que convivam com pessoas que gostem de ler.
 
 
 
Propostas de artes 
 
A arte é uma das linguagens que usamos para nos expressar e em nossa rotina oferecemos diferentes recursos e materiais para que as crianças brinquem, explorem seus movimentos e produzam marcas.
Os materiais são variados como: tinta, massinha, argila, galhos, barro, giz de cera, pincel, caneta hidrocor e os suportes podem ser bem diferentes como paredes de azulejos, chão de areia, papel de espessuras e tamanhos variados, caixas de papelão, tecidos etc.
 
 
 
E, para finalizar...
Organização para a saída: a tão famosa “Roda de cadeiras”!
E, no dia seguinte... Tem muito mais!!!
 
 
 

PROFESSORA: CRISTINA MALTA

AJUDANTE: ROSILENE

TURMA: MATERNAL III

TURNO: TARDE

SALA: ARCO-ÍRIS

 






Trabalhe conosco