Notícias


Informativo de Artes - 4º Ano

19/12/2016


Professora: Leila

2º Semestre

ILUSIONISMO NA ARTE

AS CRIANÇAS CONHECERAM OBRAS DA OP ARTE, TERMO USADO PARA DESCREVER
A ARTE QUE EXPLORA A FALIBILIDADE DO OLHO, CAUSANDO ILUSÕES DE ÓPTICA.
OS TRABALHOS DA OP ART SÃO EM GERAL ABSTRATOS E MUITAS DAS PEÇAS MAIS CONHECIDAS
USAM APENAS O PRETO E O BRANCO. QUANDO SÃO OBSERVADOS, DÃO A IMPRESSÃO DE MOVIMENTOS,
CLARÕES OU VIBRAÇÕES, OU POR VEZES PARECEM INCHAR OU DEFORMAR-SE. 
DE PRÁTICA, FIZERAM DESENHOS COM SENSAÇÕES DE MOVIMENTOS E EM SEGUIDA
APRENDERAM A FAZER  ALGUNS BRINQUEDOS ÓPTICOS
(OBJETOS QUE ANIMAM DESENHOS, PERMITINDO A FUSÃO DE IMAGENS).
OS ALUNOS OBSERVARAM TAMBÉM ALGUNS TRABALHOS DE ESCHER.
UMA DAS PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES DA OBRA DESTE ARTISTA ESTÁ EM
SUA CAPACIDADE DE GERAR IMAGENS COM EFEITOS DE ILUSÃO.
 
 
ARTE ÍNDÍGENA
 
MESMO APÓS A COLONIZAÇÃO PORTUGUESA, EXISTE UMA GRANDE DIVERSIDADE
DE TRIBOS INDÍGENAS NO BRASIL, CADA UMA COM UM PADRÃO ARTÍSTICO CARACTERÍSTICO.
A ARTE INDÍGENA É UM PATRIMÔNIO SÓCIO-CULTURAL,  FEITA POR UM POVO QUE  SOBREVIVE E FAZ O SEU TRABALHO,
UTILIZANDO ELEMENTOS ENCONTRADOS NA NATUREZA,
COMO PENAS DE AVES, PLANTAS, SEMENTES E TERRA. 
HÁ UMA DIFERENÇA ENTRE A ARTE FEITA PELOS ÍNDIOS E AS DEMAIS EXPRESSÕES ARTÍSTICAS.
AS PEÇAS FEITAS PELOS ÍNDIOS SÃO PARA SER UTILIZADAS NO DIA A DIA,
APESAR DE TAMBÉM TEREM FUNÇÃO DECORATIVA E MÍSTICA. 
NA PINTURA CORPORAL SÃO USADAS TINTAS NATURAIS, PROVINDAS DE ÁRVORES E FRUTOS.
AS MAIS UTILIZADAS SÃO O JENIPAPO, UMA FRUTA MUITO APRECIADA PELOS ÍNDIOS E  A SEMENTE DO URUCUM.
CADA TRIBO POSSUI UMA TÉCNICA. EXISTEM TRIBOS, POR EXEMPLO,  
QUE UTILIZAM UM TIPO DE TINTA EM CRIANÇAS E OUTRO EM ADULTOS;
HÁ DESENHOS FEITOS PARA COMEMORAÇÕES E OUTROS PARA RITUAIS.
OS ALUNOS DO 4º ANO, OBSERVARAM CERÂMICAS DE TRIBOS MARAJOARAS E TECELAGENS,
UTENSÍLIOS E PINTURAS CORPORAIS DA TRIBO XINGÚ. 
FIZERAM TECELAGEM DE PAPEL E CRIARAM PINTURAS CORPORAIS EM BONECOS.
 
 
 
 
FOLCLORE BRASILEIRO
 
 
FOLCLORE É UM GÊNERO DE CULTURA POPULAR, CONSTITUÍDO PELOS COSTUMES E TRADIÇÕES POPULARES,
TRANSMITIDOS DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO. TODOS OS POVOS POSSUEM SUAS TRADIÇÕES,
CRENDICES E SUPERSTIÇÕES, QUE SÃO TRANSMITIDAS ATRAVÉS DE ATIVIDADES CULTURAIS,
COMO LENDAS, CONTOS, PROVÉRBIOS, CANÇÕES, DANÇAS, ARTESANATOS, JOGOS,
RELIGIOSIDADE, BRINCADEIRAS, MITOS, IDIOMAS E DIALETOS CARACTERÍSTICOS, ADIVINHAÇÕES E FESTAS,
QUE NASCERAM E SE DESENVOLVERAM COM O POVO.
NO DIA 22 DE AGOSTO COMEMORAMOS O DIA DO FOLCLORE. AS TURMAS DO 4º ANO ESTUDARAM
ESSE TEMA E FIZERAM UM BOI BUMBÁ, UTILIZANDO SUCATA COMO MATERIAL.
 
ARTE NO VALE DO JEQUITINHONHA
 
APÓS OBSERVAREM OBRAS DE ARTISTAS DO VALE DO JEQUITINHONHA,
AS TURMAS FIZERAM MODELAGENS INSPIRADAS NAS OBRAS DE DONA ISABEL,
NOEMISA BATISTA E ULISSES MENDES.
OS TRABALHOS COM BARRO, NO VALE, INICIARAM-SE COM A CONFECÇÃO DE PEÇAS UTILITÁRIAS
QUE ERAM FEITAS PELAS MULHERES CHAMADAS DE PANELEIRAS. PRODUZIAM TAMBÉM FIGURAS
PARA ADORNAR PRESÉPIOS E BRINQUEDOS UTILIZADOS PELAS CRIANÇAS.
COM O PASSAR DO TEMPO PASSARAM A PRODUZIR PEÇAS DECORATIVAS, “DE ENFEITE”, COMO DIZEM - FIGURAS HUMANAS, ANIMAIS, CENAS DO COTIDIANO, TIPOS, USOS E COSTUMES DA REGIÃO.
 
 
 
A LINGUAGEM DOS QUADRINHOS
 
 
AS CRIANÇAS APRENDERAM A DIVERTIDA  LINGUAGEM DA HISTÓRIA EM QUADRINHOS.
DESCOBRIRAM OS TIPOS DE BALÕES, RUÍDOS E SÍMBOLOS UTILIZADOS. 
CRIARAM PERSONAGENS E FIZERAM A REPRESENTAÇÃO DOS MESMOS EM DIFERENTES TIPOS DE EXPRESSÕES.  
PARA FINALIZAR O TRABALHO, CADA ALUNO FEZ UMA TIRINHA
(HISTÓRIA CONTADA EM POUCOS QUADRINHOS), UTILIZANDO O PERSONAGEM CRIADO.
 
MOSTRA DE ARTES - MONDRIAN
 
Conteúdo comum às turmas do 2º ao 5º Anos
 
 
 
 
ESTE ANO, O CCBB EXPÔS OBRAS DE MONDRIAN E AS TURMAS DO 2º AO 5º ANO, MANHÃ E TARDE, PREPARARAM A  MOSTRA DE ARTES, INSPIRADAS NOS TRABALHOS DO ARTISTA. 
PIET MONDRIAN NASCEU EM NOVA IORQUE EM 1872 E VIVEU ATÉ FEVEREIRO DE 1944. COMO PINTOR MODERNISTA, CRIOU O NEOPLASTICISMO (MOVIMENTO ARTÍSTICO DE VANGUARDA, RELACIONADO À ARTE ABSTRATA, QUE DEFENDIA UMA TOTAL LIMPEZA ESPACIAL PARA A PINTURA, REDUZINDO-A A SEUS ELEMENTOS MAIS PUROS E BUSCANDO SUAS CARACTERÍSTICAS MAIS PRÓPRIAS. MUITOS DE SEUS IDEAIS FORAM EXPOSTOS NA REVISTA DE STIJL).
MONDRIAN INTERESSOU-SE PELA CARREIRA ARTÍSTICA AO CONVIVER COM UM TIO QUE TRABALHAVA COMO PINTOR, MAS FOI OBRIGADO A ENFRENTAR A VISÃO ORTODOXA DA FAMÍLIA, QUE VIA NA ARTE UM CAMINHO PARA O PECADO. PERCEBEU, PORÉM, NA POSSIBILIDADE DE DAR AULAS, UMA RESOLUÇÃO AO SEU DILEMA: PROMETEU AO PAI ESTUDAR ARTES PARA TORNAR-SE PROFESSOR.
COMEÇOU A SUA CARREIRA COMO PROFESSOR, AO MESMO TEMPO EM QUE TRABALHAVA COMO PINTOR. A MAIOR PARTE DAS PINTURAS DESTE PERÍODO FOI INFLUENCIADA PELO NATURALISMO E  IMPRESSIONISMO. 
INSATISFEITO COM O MAGISTÉRIO, MONDRIAN SENTIU NECESSIDADE DE LIBERTAR-SE E ESTABELECER-SE APENAS COMO PINTOR, MAS TEMIA ENFRENTAR O PAI E A SI MESMO, TAL O PESO DE SUA FORMAÇÃO RELIGIOSA. QUANDO ENTROU EM CONTATO COM A TEOSOFIA, ENCONTROU UMA SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA, POIS A DOUTRINA PREGAVA O TRILHAR DE UM CAMINHO EVOLUTIVO PESSOAL E A ARTE ENCAIXAVA-SE NESTE CAMINHO. ISSO MARCOU SUA VIDA PROFUNDAMENTE, POIS ATRAVÉS DESSE CONTATO, PASSOU POR UM BREVE PERÍODO SIMBOLISTA, QUE FOI FUNDAMENTAL PARA QUE ATINGISSE A ABSTRAÇÃO. ESTE PERÍODO COSTUMA CONFUNDIR COM A RADICAL ABSTRAÇÃO, QUE CARACTERIZOU O RESTO DE SUA OBRA, JÁ REVELANDO CERTA TENDÊNCIA À GEOMETRIZAÇÃO E À SÍNTESE DA REALIDADE. 
EM 1911, VISITOU UMA EXPOSIÇÃO CUBISTA EM AMSTERDÃ QUE O MARCOU PROFUNDAMENTE E TEVE GRANDE INFLUÊNCIA NO SEU TRABALHO POSTERIOR.
 A PARTIR DE 1917 ATÉ A DÉCADA DE 1940 DESENVOLVEU SUA GRANDE OBRA NEOPLÁSTICA.
ESSA FASE, A MAIS POPULAR, SE CARACTERIZA POR PINTURAS CUJAS ESTRUTURAS SÃO DEFINIDAS POR LINHAS PRETAS ORTOGONAIS, QUE DEFINEM OS ESPAÇOS QUE SE RELACIONAM DE DIFERENTES MODOS COM OS LIMITES DA PINTURA, E QUE PODEM OU NÃO SEREM PREENCHIDOS COM UMA COR PRIMÁRIA: AMARELO, AZUL E VERMELHO E QUE DEFINEM PESOS VISUAIS DIFERENTES PARA ESSES ESPAÇOS. O PINTOR INVESTIA NA PERCEPÇÃO DE SUA OBRA COMO UMA ABSTRAÇÃO MATERIALISTA E SEM PROFUNDIDADE, CRITICANDO A PINTURA HISTÓRICA ENQUANTO PRODUZIA UMA ABSTRAÇÃO RACIONALISTA, ESPIRITUALISTA E SOBRETUDO CONCRETA DO MUNDO.
SUA OBRA, MUITAS VEZES COPIADA, CONTINUA A INSPIRAR A ARTE, O DESIGN, A MODA E A PUBLICIDADE, QUE A APROPRIAM COMO DESIGN, SEM NECESSARIAMENTE LEVAR EM CONTA SUA FUNDAMENTAL E FILOSÓFICA RECUSA À IMAGEM.






Trabalhe conosco