Notícias


Jogo simbólico - Maternal II

10/09/2013


Professora Patrícia Tobias
Ajudante: Simone

O jogo simbólico, conhecido também como o jogo do faz de conta, inicia-se por volta do segundo ano de vida da criança. Nesta brincadeira, a criança tem a possibilidade de expressar seus sentimentos utilizando objetos variados (símbolos) para representar ou dar significado a situações vivenciadas no seu cotidiano. Por exemplo, uma panela poderá se transformar em um tambor ou gravetos poderão representar comida para as bonecas.

Desde o início do ano, esta brincadeira tem sido muito significativa para o nosso grupo. No mês de março, acontecia de forma mais isolada, em pequenos grupos. As crianças se reuniam por afinidade ou desejo de representar um mesmo papel, como pai, mãe ou filho. Nesse período, havia pouco diálogo e mais ação, quando um imitava o comportamento do outro em determinadas situações. Nesse jogo individual, as bonecas eram utilizadas com frequência pelo grupo.

Atualmente, as crianças têm criado um repertório mais significativo em comparação ao primeiro semestre, elaborando enredos variados, ao escolherem os papéis que desejam representar. A brincadeira que antes acontecia isoladamente, agora acontece com todo o grupo. Os filhos, que antes eram representados pelas bonecas, agora são substituídos pelas próprias crianças que choram, fingem estar doentes e requerem cuidados maternos. Imitam os pais bravos, saindo para trabalhar e outros.

Os papéis mais requisitados nessa brincadeira são o de professora, pai, mãe, filho e de super-heróis. 

Brincando de faz de conta, as crianças expressam seus sentimentos e emoções. Aprendem a se conhecer mais e identificam preferências, necessidades e jeitos de ser.






Trabalhe conosco